PR-2

Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa

Universidade Federal do Rio de Janeiro



Universidades criticam cortes no orçamento de 2018
24/11/2017

Parlamentares e representantes de universidades públicas protestaram contra os cortes para o ensino superior e para a área de ciência e tecnologia, previstos na proposta orçamentária para 2018 encaminhada pelo governo ao Congresso. As críticas ocorreram na terça-feira, 21/11/2017, durante comissão geral que debateu, no Plenário da Câmara, a crise nas instituições de ensino superior do País.

O presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Emmanuel Tourinho, destacou que há redução drástica de orçamento dessas instituições. “O orçamento para 2018 é 20% menor do que o de 2014 para o custeio [utilizado para pagamento de despesas cotidianas] e 90% menor em capital [para investimentos]”, criticou.

Segundo ele, a falta de recursos de capital inviabilizará a aquisição de livros para bibliotecas, de equipamentos para laboratórios e de infraestrutura para o ensino, por exemplo. Tourinho pediu “prioridade nacional” para a manutenção e o desenvolvimento das universidades públicas federais gratuitas. Segundo ele, as instituições de ensino superior federais são as de melhor qualidade no País. “Elas têm os melhores resultados em todos os sistemas de avaliação existentes”, disse. “Respondemos por mais da metade da ciência nacional.”

Tourinho acrescentou que, na última década, duplicou o número de alunos de graduação e pós-graduação no Brasil, trazendo mais desenvolvimento econômico e mais cidadania nas localidades onde as universidades foram instaladas.

Reportagem – Lara Haje Edição – Sandra Crespo Agência Câmara (Reprodução parcial)

Fonte: Site UFRJ (Assessoria de Imprensa do Gabinete do Reitor)

Clique aqui para informações